quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Mais fotos de Fantasmas

Freddy Jackson: Uma das fotos mais famosas e intrigantes de fantasmas.  Foi tirada em 1919 e publicada pela primeira vez em 1975 por Sir Victor Goddard, um oficial aposentado da R.A.F. A fotografia é do grupo que fazia parte do esquadrão de Goddard, que serviu na Primeira Guerra Mundial à bordo do HMS Daedalus. Como pode ser visto no destaque, a foto mostra uma face fantasmagórica extra no grupo. É dito que seja o rosto de Freddy Jackson, um mecânico aéreo morto dois dias antes por uma hélice de avião. O funeral dele aconteceu no dia que esta foto foi tirada. Os membros do esquadrão reconheceram facilmente ser o rosto de Jackson. Alguns acreditam que ele não tenha se dado conta de que morreu, e que por isso resolveu ir participar da foto do grupo.

Os fantasmas do SS Watertown: James Courtney e Michael Meehan, eram membros da tripulação do SS Watertown, e estavam limpando o tanque de carga desse navio petroleiro enquanto ele saía do canal do Panamá em direção à cidade de Nova York, em dezembro de 1924. Através de um acidente muito estranho, os dois homens foram dominados por vapores de gás e mortos. Conforme o costume da época, os marinheiros foram sepultados no mar, na costa do México, em 4 de dezembro. Mas, essa não seria a última vez que os companheiros dos dois marinheiros os veriam… No dia seguinte, antes do pôr-do-sol, um imediato reportou ter visto as faces de dois homens nas ondas à bombordo do navio. Eles permaneceram na água por 10 segundos, e então desapareceram. Por vários dias depois, as faces fantasmagóricas dos marinheiros foram claramente vistas pelos outros membros da tripulação, na água ao redor do navio.
Ao chegarem em Nova Orleans, o capitão do navio, Keith Tracy, reportou os estranhos eventos ao seus empregadores, da Cities Service Company, que recomendaram que ele fotografasse as misteriosas faces. E foi o que o capitão fez. Na viagem seguinte, assim que os rostos apareceram novamente na água, ele tirou 6 fotos, e guardou a câmera e o filme no cofre do navio. Quando o filme foi revelado, cinco das fotos não mostraram nada além da espuma da água. Mas a sexta mostra os rostos dos marinheiros mortos. Os negativos foram analisados por uma agência de investigação. Após mudanças na tripulação do navio, as faces nunca mais foram vistas…

 Espectro da igreja Newby: Esta fotografia foi tirada em 1963 pelo Reverendo K. F. Lord na igreja de Newby, em North Yorkshire, Inglaterra. A foto é controversa porque é boa demais. O rosto coberto e a forma como olha diretamente para a câmera faz com que pareça posado. Mesmo assim, supostamente, a foto foi analisada por especialistas em fotografia que disseram que a imagem não é fruto de dupla exposição. O Reverendo Lord disse que nada podia ser visto a olho nu quando tirou a foto do altar. Mas, quando o filme foi revelado, uma estranha figura encapuzada estava lá.
A igreja foi construída em 1870, e desde então, nunca havia tido nenhum relato de aparição, assombração ou qualquer outro fenômeno estranho no local. Algumas pessoas, que analisaram cuidadosamente as proporções dos objetos na foto, calcularam que o espectro deveria ter cerca de 2,75m!!!

Fantasma da igreja Sefton: A igreja Sefton é uma estrutura antiga, iniciada no século 12 e finalizada no início do século 16, localizada em Merseyside, Inglaterra, logo ao norte de Liverpool. Esta fotografia foi tirada dentro da igreja, em setembro de 1999. De acordo com o livro de Brad Steiger, Real Ghosts, Restless Spirits and Haunted Places, quando esta foto foi tirada, só havia um único fotógrafo, além do que bateu a fotografia, no recinto. Nenhum dos dois lembram de ter visto uma outra pessoa ou sequer um fantasma no local, naquele momento. Pelo fato da figura estar toda de preto, especula-se que a aparição possa ser de um padre ou sacerdote.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário